Quem Somos



GRUPO CIRANDA BORDADEIRA


Texturas, fios e muita imaginação, esses são os elementos mais utilizados pelo grupo Ciranda Bordadeira, cuja quantidade de participantes é variável, segundo a característica de cada projeto, e reúne alunas e artistas de diversas cidades do  Brasil, além de São Paulo.

Idealizado e coordenado por Jaci Ferreira, o grupo tem como filosofia desenvolver projetos acerca de temas relevantes para a sociedade,com o intuito de estimular a reflexão e o debate sobre aspectos diversos de nossa cultura.

Esse trabalho coletivo apresenta-se  sob diferentes formatos - as obras podem ser elaboradas como mostras de arte,  livros, produtos (agendas, cadernos, etc) ou, ainda, ser destinadas a propostas de cunho filantrópico.

Como mostras públicas, tivemos Feminices, Felicidade Bordando os Sete.

Até o momento foram lançados três livrosBordando Arte, produção independente do ateliê Bordados etc. e tal (2014); Mulheres de Outrora, Bordados de Agora; Bordados do Brasil: a Arte de Militão dos Santos, ambos publicados pela EDUEM, editora da Universidade Estadual de Maringá (2013).  

Quanto aos produtos,também são concebidos em consonância com os preceitos que norteiam as atividades do grupo.  Em 2016, as integrantes se dedicaram a bordar 13 Lendas brasileiras, para compor uma agenda, acreditando que, num momento dominado pela tecnologia, seria oportuno restaurar, por intermédio da arte, algumas das histórias que permearam a imaginação das crianças no passado e apresentá-las aos pequenos da atualidade. O Boto Cor de Rosa, Boitatá, Curupira, Lobisomem, Uirapuru, Negrinho do Pastoreio, O Sono do Rio, Muiraquitã, Saci Pererê, a Lenda da Lua, Mãe D´Água, Matita Perêra e Vitória Régia ganharam vida em pontos, cores e tessituras. Desenhos exclusivos de Cláudia Cascarelli.
No ano seguinte, outra agenda com o tema Às margens dos rios: caatinga e cerrado. Nos traços realistas da ilustradora Marta Oliveira, as bordadeiras encontraram a inspiração para reproduzir um tanto dos cenários  que integram essas regiões, desde os leitos das águas até a paisagem árida que circunda suas margens durante as longas estiagens. Em janeiro de 2017 a revista MAKE dedicou 6 páginas a esse projeto do grupo Ciranda Bordadeira
Cumprindo o objetivo de engajamento em ações que visem minimizar o sofrimento humano, o segundo semestre de 2017 foi destinado ao planejamento do Projeto Linhas do Coração, que visa, por meio de um leilão beneficente, arrecadar fundos para Fundação Dorina Nowill, entidade dedicada à capacitação de pessoas com deficiência visual. Para alcançar a finalidade proposta, as integrantes do grupo estão dispensando parte de seu tempo este ano para bordar 3 painéis com o tema corações - elemento bastante expressivo do sentimento que estimulou a concepção desse projeto.
A ilustradora Gladys Fuentes foi a responsável pela criação de 16 desenhos a partir dos quais estão sendo bordadas as obras.

Comentários

Postagens mais visitadas