sexta-feira, 17 de agosto de 2012

Felicidade



As palavras nem sempre conseguem traduzir com fidelidade esse estado de espírito pra lá de gostoso. Mas os motivos que me deixam feliz costumam ser os mais simples possíveis. Um sorriso, uma flor, uma conversa, um encontro com uma amiga, uma comida diferente, tudo isso me leva à felicidade.
Por isso decidi levar ao linho e às agulhas minha felicidade na leitura de livros. Eles me levam a épocas e lugares distantes, me fazem íntima de personagens e autores, e me proporcionam momentos de puro êxtase. É impressionante como a imaginação e a linguagem podem me surpreender.
Bordar essa minha felicidade foi um exercício interessante – na busca de imagens, de pontos que as completassem e, principalmente, na procura pela linha dourada (uma epopeia!).
O grupo Ciranda Bordadeira, composto por mulheres tão distintas, está me proporcionando uma vivência rica e diversificada, e por isso gratificante para meu longo aprendizado na arte de bordar.

Suiang Guerreiro
São Paulo – SP

2 comentários:

  1. A simplicidade de um sorriso, de um gesto, um olhar, de pontinhos coloridos em um pedaço de tecido, traçados com carinho, nos trazem o sorriso aos rosto e isto é Felicidade. Parabéns pelo trabalho, parabéns por nos proporcionar com seu trabalho a nossa felicidade. Beijos

    ResponderExcluir
  2. Parabéns a todas as artesãs envolvida no projeto.
    Este é um projeto de sonhos e encantamento, em cada ponto, em cada bordado, vê-se poesia e amor...
    Tenho orgulho se ser amiga da Jaci e da Olinda.
    Muito sucesso pra todas, e que a exposição seja um arraso!
    Beijos.
    Sandra Barreiro

    ResponderExcluir