sábado, 18 de agosto de 2012

Felicidade andante



Que momentos felizes eu poderia colocar no tecido? Entre tantos, quais os preferidos? Escolher já seria uma tarefa prazerosa. Só relembrar as cenas e os cenários de momentos felizes, os sentimentos, os cheiros, sons, cores, as pessoas, os momentos de grandes e pequenas felicidades, que coisa boa!
Um cenário natural sempre me faz olhar a vida com mais gosto. Se volto a um lugar como esse, quero ver como aquela árvore está, espero ansiosa por aquele campo de lírios que começou a florir na época certa, em que lugar mesmo vi a trepadeira amarela? E a mini-orquídea naquele tronco de árvore, será que resistiu ao tempo?
Estar nesses lugares com pessoas queridas, nem se fale. Andar na beira do rio com as crianças e suas vozes deliciosas, deixar a pele sentir o sol, dar um beijo na pessoa amada, parar pra dar um mergulho no laguinho da curva do rio, descansar sob as árvores... Bordar/tecer esta felicidade foi uma felicidade, também.
Vera Simonetti
São Paulo – SP

Nenhum comentário:

Postar um comentário